16.09.2022

Dia da Escola Dominical | Rev. Thiago Mattos.

Dia da Escola Dominical.

“Quando Jesus acabou de proferir estas palavras, as multidões estavam maravilhadas com a sua doutrina, porque ele as ensinava como quem tem autoridade, e não como os escribas.” – Mateus 7:28,29

      No terceiro domingo de setembro, nós comemoramos o Dia da Escola Dominical. Tenho ouvido, até mesmo nos círculos presbiterianos, que Deus nunca estabeleceu a Escola Dominical como uma prática da igreja. E, confesso que quando ouço isso, recebo com alguma desconfiança. Não porque encontremos na Palavra uma referência a expressão “Escola Dominical”, mas porque certamente encontramos o Senhor ensinando seus discípulos e, mais que isso, a igreja, tanto do Antigo quanto do Novo Testamento, reunida para aprender as Escrituras.


      Perceba que o próprio fato de Jesus ser chamado de “Mestre” e nós de discípulos já nos mostra a importância da Escola Dominical – um mestre é alguém que ensina; um discípulo é alguém que aprende. E, apesar do conceito do discipulado individual ser algo louvável e necessário, o que nós mais encontramos na igreja é o discipulado coletivo: o momento em que todo o povo de Deus, ou pelo menos, uma parte deste povo, se reúne para ouvir o Senhor falar – ou o próprio Jesus ou alguém comissionado por Deus para o fazer (sejam os sacerdotes no Antigo Testamento, ou os apóstolos, pastores e mestres, no Novo Testamento).

Porque a Escola Bíblica é importante para a igreja.

       No entanto, cabe a nós a reflexão do motivo pelo qual nós consideramos a Escola Dominical algo de extrema importância na vida da igreja e, individualmente, na vida do cristão. Já vi alguns argumentarem que o motivo pelo qual temos a Escola Dominical é “porque tem que ter…” Ou seja: a programação justifica-se a si mesma. E ainda que eu entenda a origem deste argumento, entendo que nenhuma programação existe por causa dela mesma.


      A Bíblia nos apresenta claramente o motivo pelo qual nós devemos, sim, como povo de Deus, nos reunirmos para aprendermos a Palavra. Uma das missões da Igreja Presbiteriana do Brasil é educar para a vivência cristã e esta missão vem claramente daquilo que as Escrituras nos mostram como sendo essencial para compreendermos a importância da Escola Dominical.

A Igreja deve prezar pela Escola Dominical.

       O grande motivo pelo qual a igreja deve prezar pela Escola Dominical e o crente, individualmente, deve participar ativamente é porque, quando nós nos assentamos e nos reunimos para aprender, estamos nos submetendo Àquele que ensina com autoridade. Um pastor? Um presbítero especialmente capacitado para ensinar? Uma irmã piedosa que tem se dedicado em conhecer a Bíblia? Não! Ao próprio Cristo!


    O Supremo Pastor, na Sua graça e bondade, está realmente presente para ministrar a Sua igreja com a autoridade divina – não a autoridade da tradição, da cultura, ou da necessidade mais premente: Jesus, o Mestre é quem derrama da Sua graça e do Seu poder quando nós dedicadamente, zelosamente e disciplinadamente nos encontramos para ouvirmos o Seu ensinamento através do que a Palavra nos diz!


    Exatamente por isso que optar por não participar deste momento é uma sentença de morte espiritual: não porque você deixou de participar de uma programação da igreja, mas porque você abdicou de sentar-se para ouvir o seu Mestre ensinando sobre a vida cristã.

Feliz dia da Escola Dominical!

Que o Senhor nos ensine,

Rev. Thiago Mattos de Lara 
Igreja Presbiteriana do Tarumã

Saiba mais sobre a IPT clicando aqui 

Curtiu? Então compartilhe este post com alguém!

Share on facebook
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Venha nos conhecer

Sua presença será uma alegria para nós, entre em contato
para agendarmos sua participação.