09.11.2021

Discernindo a verdade da mentira – parte 1

Boas intenções não nos previnem das mentiras

Ouvimos tanto sobre tantas formas de espiritualidade, que se não estivermos atentos, corremos o risco de cair em mentiras, mesmo se estivermos bem intencionados. Por isso é tão importante estarmos sempre discernindo a verdade da mentira. O texto bíblico a seguir nos oferecerá a base para o desenvolvimento desse pensamento, embora o foco dessa mensagem seja nos três primeiros versículos:

“Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo fora. Nisto reconheceis o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo espírito que não confessa a Jesus não procede de Deus; pelo contrário, este é o espírito do anticristo, a respeito do qual tendes ouvido que vem e, presentemente, já está no mundo.

Filhinhos, vós sois de Deus e tendes vencido os falsos profetas, porque maior é aquele que está em vós do que aquele que está no mundo. Eles procedem do mundo; por essa razão, falam da parte do mundo, e o mundo os ouve. Nós somos de Deus; aquele que conhece a Deus nos ouve; aquele que não é da parte de Deus não nos ouve. Nisto reconhecemos o espírito da verdade e o espírito do erro.1 João 4.1-6

Jesus não é qualquer um

Recapitulando os fundamentos da vida cristã que o apóstolo João: a prova doutrinária, entendendo que Jesus ser Senhor e Salvador, a prova moral, que é viver em obediência a Jesus, e a prova social, que diz respeito a amar as pessoas.

Isso tudo deve fazer com que persuadamos a acreditar no Jesus verdadeiro, segundo o que a Palavra nos releva quem é Ele, e não em qualquer um que nos é apresentado.

No último domingo, pudemos ser edificados por uma mensagem que nos atenta para que vivamos os fundamentos da vida cristã, onde precisamos precisamos discernir a verdade da mentira, e sermos criteriosos nisso; mensagem, esta, ministrada pelo Rev. Thiago Mattos em 1 João 4.1-6.

Se atente e reconheça a verdade e a mentira

Diante da exposição bíblica, nos atentemos para um alerta geral: não acredite em tudo que se diz sobre Jesus, mas seja criterioso, coloque à prova se o que é ensinado é de Deus. Os danos do engano que a falta de critério pode proporcionar são consequências devastadoras.

Também, precisamos reconhecer a verdade: confessar que Jesus se encarnou. Aqui vemos duas verdade: Jesus veio, e veio do Pai; e veio em carne. Jesus é integralmente Deus e integralmente homem, e isso diz respeito que Jesus não veio apenas para morrer em nosso lugar, para instaurar seu Reino.

E por último, precisamos reconhecer a mentira, e isso nem sempre é tão fácil de reconhecer. Isto é, sempre que cremos e seguimos ensinos enganosos a respeito da salvação, do culto, da vida de adoração, da oração, do ministério pessoal, estamos negando quem Jesus é, e por conseguinte, vivendo uma mentira.

Lembre-se do que essa primeira parte de sermão nos chama a atenção: fique atento ao alerta geral, aprenda a reconhecer tanto a verdade quanto a mentira.

Assista agora a esta mensagem:

Caso prefira, clique aqui e acesse o vídeo diretamente no YouTube

Pregação ministrada pelo Rev. Thiago Mattos a partir de 1 João 4.1-6 na Igreja Presbiteriana do Tarumã, em Curitiba, no dia 07.11.2021.

Curta o vídeo, inscreva-se em nosso canal e não esqueça de ativar o sininho para receber as notificações dos próximos vídeos.

YouTube: https://youtube.com/iptaruma
Facebook: https://facebook.com/iptaruma
Instagram: https://instagram.com/iptaruma

Sem. Narciso Braun
Igreja Presbiteriana do Tarumã
Saiba mais sobre a IPT clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Venha nos conhecer

Sua presença será uma alegria para nós, entre em contato
para agendarmos sua participação.