26.08.2022

Graça Subversiva | Rev. Thiago Mattos.

Deus recompensa seus filhos obedientes.

“Aquele que não poupou o seu próprio Filho, mas por todos nós o entregou, será que não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?” (Romanos 8:32)

     Sempre existe, em nosso coração humano, uma tendência de pensarmos na nossa vida baseados nos méritos ou recompensas. E veja: isso não é necessariamente um problema ou um erro. Nós educamos nossos filhos assim (“para ganhar a sobremesa, você deve comer toda a comida”), fomos instruídos na escola e na faculdade assim (“para tirar boas notas, você deve estudar”) e somos remunerados assim (“para receber o seu salário, você precisa trabalhar”). Uma vez que nós aprendemos a vida dessa forma, é muito natural que nós levemos isso pro nosso relacionamento com Deus também.


        E é importante sabermos que existe uma perspectiva maravilhosa da graça em que Deus recompensa seus filhos obedientes. Afinal, é inegável que Deus concede mais da Sua presença para aqueles que mais buscam a Sua presença; normalmente, Ele agracia seus filhos com a provisão necessária quando vivemos em obediência e retém Sua mão quando desobedecemos; normalmente, honra servos fiéis e dedicados em seu trabalho. Evidentemente, cada uma dessas coisas parte da iniciativa bondosa de Deus de, ao nos Regenerar (Novo Nascimento), nos capacitar, pelo Espírito, a vivermos essas coisas.

Deus age em muitas situações.

      No entanto, nós também precisamos considerar o fato de que, em muitas situações, Deus simplesmente age! E o faz de maneira extraordinária, sem considerar circunstâncias ou situações que, aos nossos olhos, nos seriam favoráveis. Quando olhamos para a Palavra, vemos muitas ocasiões em que o Senhor agiu em meio ao Seu povo simplesmente para demonstrar Seu amor, misericórdia e bondade – sem que o povo tivesse feito nada… A isso, nós damos o nome de graça.


       É por isso que a graça é subversiva: porque ela muda completamente as nossas categorias de avaliação da realidade; porque nos incomoda o fato de que recebemos algo bom sem que tenhamos feito nada! Nós estamos tão acostumados por recebermos algo mediante o mérito das nossas ações que, quando recebemos algo que claramente não merecíamos, ficamos admirados (e, quem sabe até, um pouco indignados).

Graça Subversiva

       Mas quando atentamos para a nossa história e nos recordamos das grandes e boas coisas que vivemos, veremos que há uma perspectiva inegável da graça de Deus sendo derramada abundantemente em nossas vidas. Em alguns momentos, Deus, em Sua graça, derramou bênçãos sobre nós por conta da obediência, fidelidade e zelo que Ele mesmo nos deu pela operação do Seu Espírito em nós – em momentos como este, nós até ‘entendemos’ a graça: talvez não merecêssemos tantas bênçãos, mas, ainda assim, conseguimos perceber que fizemos ‘algo’ (ainda que insignificante se comparadas as bênçãos).


     O ‘problema’ é que, em muitos outros momentos, veremos que, mesmo vivendo distantes, agindo como se Deus não existisse, ainda assim, Deus derramou de bênçãos sobre nós: mesmo vivendo em um certo ceticismo, Deus nos preencheu com Sua doce presença; mesmo vivendo em flagrante desobediência, Deus abasteceu nossa despensa; mesmo seguindo os ídolos, o Senhor se mostrou como único e verdadeiro Deus. Por isso, não desanime! O Senhor vai agir graciosamente!

Nos dê, Senhor, mais da Sua graça por amor do Seu nome!

Rev. Thiago Mattos de Lara 
Igreja Presbiteriana do Tarumã

Saiba mais sobre a IPT clicando aqui 

Curtiu? Então compartilhe este post com alguém!

Share on facebook
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Venha nos conhecer

Sua presença será uma alegria para nós, entre em contato
para agendarmos sua participação.