Porque a idolatria é tão prejudicial? O que a idolatria provoca em nós? | Rev. Thiago Mattos

09.06.2022

Porque a idolatria é tão prejudicial? O que a idolatria provoca em nós? | Rev. Thiago Mattos

Pensamos que ídolos são coisas ruins.

“Não façam aliança com [os povos pagãos], nem com os deuses deles. Eles não habitarão na sua terra, para que não façam com que vocês pequem contra mim; se adorarem os deuses deles, isso será uma cilada para vocês.” – Êxodo 23:32,33

      É bastante curioso que, muitas vezes, nós pensamos nos ídolos como coisas ruins, não é verdade? Sim, eles realmente são perversos e acabam por destruir o nosso coração. Mas por quê? Porque um ídolo nunca é algo essencialmente ruim! Perceba: quais são as coisas que nós normalmente idolatramos? Família, trabalho, carreira, conhecimento, relacionamentos, pessoas que nos fazem bem, conforto, entretenimento, dinheiro… Estas coisas não são ruins! O problema é o que nós fazemos com elas ao elevarmos essas coisas (e pessoas) a um patamar divino.

   Ou seja: nós amamos tanto algo (ou alguém) que esse amor acaba distorcendo a nossa percepção da realidade. No Salmo 115, o salmista clama para que aqueles que praticam a idolatria se tornem como os ídolos (vs. 8). E, realmente, esse é o terrível destino daqueles que vivem a idolatria – são moldados por seus ‘amores’ e desejos desordenados.

O mal da idolatria acaba moldando, a nossa visão de mundo.

    O domínio dos ídolos sobre nós é terrível porque ele ordena tudo de acordo com os seus desejos: nossos pensamentos, vontades, motivações – tudo isso acaba sendo movido por causa da nossa idolatria. Na verdade, o mal da idolatria em nós acaba moldando, inclusive, a nossa visão de mundo, pois passamos a enxergar todas as coisas à nossa volta baseados na idolatria.


     Veja como isso é terrível: a idolatria distorce a nossa visão sobre a realidade nos fazendo adorar falsos deuses (Isaías 2:8; Jeremias 1:16). Além disso, a idolatria causa a escravidão do nosso pensamento e do nosso coração moldando os nossos passos (Jeremias 2:25). Nós precisamos lidar com o prejuízo da idolatria da mesma forma como Deus lida e o Senhor mostra claramente que os ídolos envenenam o nosso coração contra o próprio Deus (Ezequiel 14:1-5).

A idolatria é resultado do engano.

     Talvez o trecho que tenhamos que manter na memória para atentarmos a respeito da destruição que a idolatria nos causa seja o capítulo 44 de Isaías. O Senhor, através do profeta, denuncia o pecado de Israel e faz isso demonstrando que o SENHOR é o único Deus (vs. 1-8). No entanto, a partir do versículo 9, Isaías fala sobre diversos prejuízos: a idolatria é resultado do engano (vs. 9, 18), causa ilusão e nos faz cair numa rede de mentiras (vs. 20) e que pode, inclusive, nos conduzir à uma dependência completa (vs. 17).

         E isso não é tudo… Você já reparou que um ídolo nunca está satisfeito? Quanto mais de nós, do nosso vigor, das nossas forças e dos nossos pensamentos nós oferecemos aos nossos ídolos, mais eles requerem de nós. E enquanto não estivermos completamente exauridos fisicamente, emocionalmente e espiritualmente, eles continuarão exigindo: mais, mais, mais! Que Deus tenha misericórdia de nós! Na semana que vem, se o Senhor permitir, veremos como combater este mal tão terrível.

Em Cristo,

Rev. Thiago Mattos.
Igreja Presbiteriana do Tarumã

Saiba mais sobre a IPT clicando aqui 

Curtiu? Então compartilhe este post com alguém!

Share on facebook
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Venha nos conhecer

Sua presença será uma alegria para nós, entre em contato
para agendarmos sua participação.