Porque preciso ir a Igreja? Pt.02 | Rev. Thiago Mattos

11.08.2023

Porque preciso ir a Igreja? Pt.02 | Rev. Thiago Mattos

Não sejamos negligentes com a vida da igreja.

     Depois que a última pastoral do boletim foi publicada, um irmão da igreja me procurou e, em tom de ironia, perguntou: “Pastor, que legal que o senhor está escrevendo para os não cristãos! Afinal, apenas um não cristão precisa ser convencido da importância de vir a igreja, certo?” A brincadeira do irmão é totalmente pertinente, afinal, como pode um crente minimizar a importância da igreja? Ou deixar a igreja em segundo plano?


    Existe um único motivo legítimo para um cristão deixar de frequentar a igreja militante (aqui na terra): é porque ele morreu e já faz parte da igreja triunfante! Em outras palavras, a morte é o único motivo legítimo para deixar de frequentar a igreja!

Situações que deixamos de vir a igreja.

   É evidente, no entanto, que existem motivos circunstanciais (temporários) pelos quais você pode se ausentar: uma situação de doença física, ou, quem sabe, uma impossibilidade por conta de um relacionamento familiar conturbado (um marido não cristão que pede a sua esposa para ficar em casa), ou uma viagem (seja a trabalho ou de férias), ou até, quem sabe, por causa de uma prova (concursos) ou de um curso temporário.


    Mas veja: a não ser que você esteja lutando com uma enfermidade de longa duração, estes motivos acontecem em um domingo, mas certamente não acontecerão no próximo. E perceba que eu fiz questão de dizer que esta doença é física e não emocional. E isso por duas razões bem claras: está mais do que provado que o exercício saudável da fé contribui para o alívio dos sintomas emocionais e, muito mais importante que isso, o SENHOR opera de maneira graciosa quando o Seu povo está reunido – leia os Salmos e o livro dos Atos dos Apóstolos e você vai verificar isso.

Motivos que nos afastam da Comunhão.

    Estou aberto à discussão, mas, honestamente, fiz ’força’ para pensar em qualquer outro motivo para deixar de frequentar a igreja que não seja pecaminoso e injusto. E digo isso porque precisamos ser sinceros sobre os motivos que nos afastam da comunhão: normalmente tem a ver com 1) a nossa indisposição de amar, 2) com a dureza do nosso coração e a consequente falta de desejo de perdoar, 3) com a nossa administração impiedosa da agenda semanal que nos levou ao cansaço extremo e/ou 4) a idéia secularizada de que o entretenimento é mais importante para nós do que a vida da igreja.


    Durante algum tempo, foi ensinado em muitas igrejas que a frequência constante à igreja era algo que deveria ser relativizado e que estar na igreja todo domingo era legalismo. Será? Olhe para a Palavra! É isso que a Bíblia verdadeiramente ensina? O Salmo 122, por exemplo, fala da grande alegria do povo de Deus reunido – uma alegria tão extrema que o salmista não perderia essa oportunidade por nada nesse mundo. “Ah, mas o Senhor nos abençoa também quando não estamos na igreja…” É verdade! Servimos ao Senhor que é tão gracioso que, mesmo quando desobedecemos, Ele nos constrange e derrama de bênçãos sobre nós. No entanto, existe um tipo de bênção que só é derramada quando o povo de Deus está reunido: “Ali o SENHOR ordena a sua bênção e a vida para sempre.” – Salmo 133:3b.

Que Deus te abençoe!

Rev. Thiago Mattos

Igreja Presbiteriana do Tarumã

Saiba mais sobre a IPT clicando aqui

Curtiu? Então compartilhe este post com alguém!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Tabela

Venha nos conhecer

Sua presença será uma alegria para nós, entre em contato
para agendarmos sua participação.